+ - contraste

O Yacht seta-titulo História do Yacht Clube da Bahia

Um Clube criado para fazer barcos. Assim começa a história do Yacht Clube da Bahia. Desde o início, sempre foi voltado para os sócios e, com a ajuda dos quais, aperfeiçoou sua vocação para a vela, a natação e a pesca. O YCB se modernizou para acompanhar as mudanças do tempo, evitando o isolamento e a extinção, como se percebeu em outros clubes da cidade. E, hoje, resiste ao tempo como uma das instituições de capital mais sólido do Estado, e um dos poucos clubes que perpetua o glamour entre as gerações.

Conheça um pouco da nossa história.

O Yacht Clube da Bahia, ao longo dos seus quase 85 anos de história, consolidou-se como um dos principais clubes sociais e esportivos do país, obtendo conquistas nacionais, continentais e mundiais em esportes como Natação, Vela, Remo, Pesca, entre tantas modalidades praticadas por seus associados.

yacht clube bahia história (1)

O YCB teve a sua ata de fundação assinada em 23 de Maio de 1935 por um grupo de homens que se reuniram e “decidiram fazer um clube” com uma sede apropriada, centrada num estaleiro. A ideia foi de Walter Taube, e o lugar ideal foi encontrado à beira-mar, em águas abrigadas, na Baía de Todos os Santos.

yacht clube bahia história (2)A localização do clube torna tudo ainda mais especial. O Yacht possui uma das mais belas vistas do por do Sol de toda a Bahia. É ritual sentar-se em sua Sede Social, no Bar da Piscina ou mesmo dentro de uma das suas piscinas, e apreciar o findar do dia com seu espetáculo de luz e cores diário.

yacht clube bahia história (4)A tradição das gloriosas festas do clube também remonta à década de 30. Em 1939, o então comodoro, Antonio Navarra Lucas, realizou uma festa de aniversário com provas de natação, vela e um baile aberto para o associado. A partir de então o Yacht manteve a tradição das suas festas de Carnaval, Aniversário e Réveillon.

O 10º aniversário marcou o início da participação do YCB no II Campeonato Brasileiro de Vela, onde fora representado por alguns sócios.

A Vela, assim como a natação, estava cada vez mais forte no clube. Em 1951 o Yacht foi o único fora do Rio de Janeiro a ter um velejador, Harold May, na seleção brasileira nos jogos Pan-Americanos de Buenos Aires.

Uma das mais tradicionais regatas nacionais teve início em 1959, quando começou a regata oceânica Morro de São Paulo – Yacht Club da Bahia.

Nos anos 80 o YCB inaugurou uma grande e importante obra, o novo hangar da sede náutica. E, também nesta década, a natação acumulava vitórias consideráveis. Aconteceu o III Circuito Salvador Vela de Oceano, realizado a cada dois anos pelo clube.

Nos anos 90, especificamente em 1995, John Didrik Brusell recebeu o glorioso timão para capitanear o Yacht Clube da Bahia em sua rota. Ainda no mandato de Brusell foi lançada a revista do Iate Clube da Bahia que substituiu o Jornal do Iate.

Na Vela, em 1997, o Yacht realizou o campeonato Brasileiro da Classe Europa, com 40 velejadores, assim como o já tradicional Circuito Salvador de Vela de Oceano.

Em junho de 1999, novas e importantes conquistas. Em sua 6º edição, a revista passou a intitular-se Yacht Clube da Bahia. Foi ainda nesse mandato que foram inauguradas a nova ponte de embarque e o novo refeitório de funcionários.

A Vela crescia cada vez mais e os bons ventos do Yacht traziam competições de grande importância. Em 1999, com a presença do Governador Cesar Borges e autoridades, o Comodoro Brusell presidiu o lançamento do Mundial da Classe ILC 30 e da Semana Aberta de Classe Europa, incluindo o XII Campeonato Brasileiro e o Mundial dessa classe no YCB.

yacht-vela

Os anos 2000 foram de desenvolvimento e equilíbrio financeiro. Foi quando começou uma revolução paisagística e arquitetônica em todo o Yacht. Foram renovados a secretaria, o bar sede, o piso da piscina infantil, iluminação da sede social, sonorização e foi construído uma estação elevatória de esgoto, eliminando as fossas e interligada à rede municipal pela Ladeira da Barra.

Modernizou-se o Restaurante Veleiro com novo mobiliário e substituição das antigas estruturas de madeira por perfis de alumínio e vidros verdes, ampliação da área de bar com mudança de lugar e avanço em estrutura metálica.

Um momento especial para a Vela foi a partida da Bahia para a Bretanha, França, da Regata Transat Ecover B to B, a “Fórmula 1” da vela mundial com 15 veleiros de 60 pés.

restaurante veleiro do yachtA partir de então o Yacht consolidou-se nacional e internacionalmente como um grande clube, de estrutura ímpar e títulos notórios como os de Campeonatos Mundiais de Vela Snipe, diversos títulos brasileiros na Natação e Vela, importantes conquistas no Remo. O clube passou a integrar o Comitê Brasileiro de Clubes – CBC em prol da Vela e da Natação, para investir ainda mais em seus esportes, adquiriu o último terreno na Ladeira da Barra, garantindo a tranquilidade de seus associados, realizou reformas em sua estrutura, Sede Social e Restaurante Veleiro.

Tantas e tão importantes foram as realizações e acontecimentos que povoaram o Yacht Clube da Bahia em seus mais de 80 anos de história, que cada sócio do clube tem em sua vida e família pelo menos um grande acontecimento que o marcou. Continuamos de velas içadas, braçadas firmes e olhos voltados para o futuro, escrevendo a cada dia essa gloriosa história.

 

yacht-clube-bahia-panoramica

Av. Sete de Setembro, 3252, Ladeira da Barra, Barra

Salvador - BA - CEP 40130-001

+55 (71) 2105 9111

16 e 68 (VHF)

Coordenadas: 12º 59.972’ S | 38º 31.848’ W

© 2017 Yacht Clube da Bahia.

New Tab